Fui batizado com o nome Newton de Góes Horta quando nasci na bela cidade litorânea de Fortaleza-CE. Migrei para Brasília há alguns anos atrás onde dei continuidade aos meus estudos em Matemática (iniciados na UFCe) na Universidade Brasília (UnB) obtendo o título de Bacharel.

Logo após a conclusão do curso me “embrenhei” no campo de pesquisas na área cultural no projeto Centro Nacional de Referência Cultural (CNRC) criado pelos saudosos amigos, o Designer Aloísio Magalhães e o PhD em Matemática Fausto Alvim Júnior (de quem fui aluno), do qual se originou o atual Ministério da Cultura com o desmembramento do MEC.

Na mesma época, iniciei meu Mestrado em Matemática, também na UnB, cursando-o por um ano e meio (3/4 das matérias curriculares) quando tive que abandoná-lo por estrita falta de condições de temperatura e pressão (uma pena! nesta época viajava muito a serviço e tinha que criar minha prole que estava se iniciando).

Poucos anos depois iniciei minhas atividades na área de Informática com os velhos COBOL-80, DBASE IV e BASIC (antigos não?) quando as condições tecnológicas eram bastante restritas devido, principalmente, ao fechamento do mercado, época da velha COBRA, SISCO, etc. Tempo em que, já nem lembro mais o tamanho, os disquetes eram uns “bolachões” enormes, PC tinha memória de 64 kb (isso mesmo!!) e discos com capacidade de 5mb pareciam “caixões de anjo” (tamanho da unidade) com aqueles famosos panelões.

Em seguida aprendi FORTRAN, ALGOL, MUMPHS, CLIPPER, DELPHI, Dataflex 2.3b, … (algumas destas linguagens em cursos formais e outras por conta própria) e fiz cursos na área de Análise de Sistemas (MEC e CPD da UnB).

Com o conhecimento adquirido passei a atuar na extinta (era Collor) Fundação Nacional Pró-Memória como Analista de Sistemas e onde fui Coordenador de seu Núcleo de Informática. Devido a essa extinção passei a trabalhar na Fundação Nacional Pró-Leitura como Analista de Sistemas e, posteriormente, Coordenador de Informática. Para finalizar esta parte de minha perigrinação fui Coordenador de Informática do Ministério da Cultura por quatro meses me desligando do Serviço Público em Janeiro de 1997 através de PDV (Programa de Demissão Voluntária), em função basicamente das perdas salariais, falta de condições de trabalho e carga horária “puxada” (veja abaixo).

Já antes de 1997 também trabalhava na inciativa privada (Unimed Brasília, 1992) durante o dia para complementar a renda e a noite na Biblioteca Demonstrativa. Na Unimed tive o seguinte percurso: Programador, Analista de Sistemas, Supervisor de Desenvolvimento e desde 1995 como Gerente de TI.

Por volta de 2001 conclui o curso de MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Universidade Unimed/USP, aprendi PROGRESS, um pouco de PHP, Javascript, MySQL, HTML e outras coisas mais. Ufa!! Acho que é só.

Um Comentário

  1. Viche » O tema Viche Minc
    jun 27, 2008 @ 22:46:55

    […] Sobre […]

    Reply

Deixe um Comentário

*