Em agradecimento aos leitores que contribuíram com o seu voto na pesquisa sobre faixa etária, encerrada hoje, apresento, a título de exercício, a distribuição de freqüências das respostas consignadas, as quais considero como corretas para efeito do que será tratado abaixo, e uma breve análise dos resultados obtidos.

Parâmetros e definições:

  • As classes de faixa etária foram definidas procurando estabelecer uma aproximação com as idades do ciclo de formação vigente – básico, médio, fundamental, graduação, pós-graduação -, o que, claro, não necessariamente reflete esse fato. Trata-se, apenas, de um método de escolha;
  • No entanto, o padrão normalmente adotado e recomendado para os limites inferiores e superiores de cada classe dependem do tamanho (amplitude) de classe escolhido e devem ser, na medida do possível, igual para todas as classes, de modo a facilitar a interpretação da distribuição de freqüências da variável em estudo;
  • Na tabela, os colchetes indicam que o limite inferior ou superior da faixa está incluído no intervalo e o parênteses o contrário. A notação normalmente utilizada é uma barra vertical (|) na frente do número que está incluído no intervalo (por exemplo: 10 – 13|). Adotei esta por achar mais próxima da notação de um intervalo – coisa de Matemático, mas que não interfere no entendimento;
  • A variável faixa etária é classificada como contínua uma vez que o limite superior de uma faixa é igual ao inferior da seguinte;
  • A representação gráfica da distribuição de freqüências de uma variável contínua é feita, mais comumente, mas não necessariamente, através de um gráfico chamado histograma, mostrado na figura após a tabela;
  • Como os intervalos de classe são diferentes, para se construir o histograma, devemos calcular as densidades de freqüência relativa, definida como o quociente da freqüência relativa pelo valor da diferença entre o limite superior e o inferior da faixa, ou a amplitude do intervalo da classe, que determinam as alturas do gráfico – ordenadas. Por exemplo, a densidade da primeira faixa é igual a 9,99/10 = 0,99;
  • A coluna freqüência absoluta representa os votos dos leitores por faixa etária;
  • A freqüência relativa de cada faixa é obtida pelo quociente entre o valor da freqüência absoluta correspondente e o total de votos, e, após, multiplicado por 100 para obter a porcentagem.
Idade (em anos) Freqüência Absoluta Freqüência Relativa (%) Densidade
[0 - 10] 63 9,99 0,99
(10 – 13] 117 18,54 6,18
(13 – 15] 120 19,02 9,51
(15 – 18] 104 16,48 5,49
(18 – 22] 65 10,30 2,58
(22 – 30] 77 12,20 1,52
(30 – 40] 40 6,34 0,63
40 e mais 45 7,13 0,71
TOTAIS 631 100,0  

Histograma da Distribuição

Histograma da Distribuição

Analisando o histograma correspondente aos resultados dessa pesquisa podemos perceber que a idade dos leitores do Viche se concentra entre 10 e 18 anos, com a predominância da faixa etária entre 13 e 15 anos, onde ocorre um “pico”.

O pico ou valor mais freqüente da variável é chamado de moda. Ou, no caso da tabela de freqüências, a classe de maior freqüência, chamada de classe modal.

Os que estão, digamos assim, “em idade mais avançada”, não comparecem muito por aqui para dar o ar de sua graça :-).

É bom enfatizar que a análise dos dados colhidos reflete apenas uma tendência e não o perfil característico de idade do leitor “vicheneano”. Além do mais, há de se considerar ainda, como dito no início do artigo, que as respostas fornecidas não são comprovadamente tidas como verdadeiras.

Por fim, uma dica para quem quer conhecer mais sobre o assunto com uma especialista, suponho, na área, o que não é o meu caso: Distribuição de Freqüências.